Google compra Motorola Mobility por US$ 12,5 bilhões

Negócio ainda depende da aprovação dos órgãos reguladores; divisão produz smartphones e tablets.

A Google e a Motorola acabam de anunciar que fecharam um acordo de 12,5 bilhões de dólares pelo qual a gigante do mercado de buscas na Internet comprará a Motorola Mobility. Segundo o comunicado, o negócio foi aprovado por unanimidade pelos diretores das duas empresas.

De acordo com a Google, a empresa adquirida vai operar como uma unidade de negócios independente. O objetivo do negócio é aumentar o potencial do Android (sistema operacional para dispositivos móveis da Google) no mercado de smartphones e tablets.

“Juntos, criaremos uma fantástica experiência de uso que impulsionará todo o ecossistema Android, beneficiando os consumidores, parceiros e desenvolvedores”, afirma Larry Page, CEO da Google.

O negócio, o maior já feito pela Google,  ainda depende da aprovação dos órgãos reguladores dos Estados Unidos e da Europa. A previsão é de que o negócio seja concluído até o começo de 2012.

A Google ofereceu cerca de 40 dólares por ação, em dinheiro – 63% a mais que o valor da ação na sexta-feira (12/8).

A Motorola Mobility produz exclusivamente celulares e o tablet Xoom, que usa o sistema operacional Android, da Google. Com o acordo, a Google passa a ter um fabricante de hardware com o qual trabalhará bem de perto para o desenvolvimento do Android, disse Carolina Milanesi, vice-presidente de pesquisas da Gartner.

A Google também terá o controle de um impressionante portfólio de patentes da Motorola, afirmou Carolina. A Motorola Mobility afirmou há alguns meses que detinha cerca de 24,5 mil patentes.

Tensão
Mas o acordo também pode criar tensão com outros fabricantes de celulares, como HTC e Samsung, que também produzem aparelhos com Android. Desde a criação do Android, a Google tem selecionado alguns fabricantes para entregar em primeira mão novas versões do Android – para outros, a liberação ocorre até seis meses depois.

A Google corre o risco de espantar esses outros fabricantes, mas para Carolina “todos esses fabricantes investiram demais na plataorma, eles não a largariam assim tão rapidamente”.

Durante uma conferência por telefone, a Google fez o máximo para dissipar esses temores. A Google conversou com alguns de seus parceiros e eles receberam bem o acordo, segundo o CEO da Google, Larry Page. A empresa vai continuar a desenvolver seus celulares Google Nexus e o processo de desenvolvimento destes celulares continuará aberto a outros fabricantes além da Motorola, disse Andy Rubin, vice-presidente sênior de mobilidade da Google.

A Google também pode querer acelerar o desenvolvimento de seu sistema operacional Android em tablets, um setor em que tem sido mais lenta na comparação com os smartphones, julga a vice-presidente do Gartner. A próxima versão do Android, apelidada de “Ice Cream Sandwich”, será um sistema operacional projetado para tablets e smartphones.

Com cerca de 20 mil funcionários, a Motorola Mobility foi separada de sua empresa-mãe em janeiro. A empresa tem dois grupos: Mobile Devices, que produz celulares, e a Home, que fabrica set-top boxes e outros equipamentos de IPTV.

A Motorola Mobility é responsável pelo desenvolvimento de smartphones e tablets com Android, como o Xoom e o Atrix.

 

Por IDG Now! – Publicado em 15/08/2011

http://idgnow.uol.com.br/mercado/2011/08/15/google-compra-motorola-mobility-por-us-12-5-bilhoes/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s