Google pagará US$500 milhões por publicidade ilegal de remédios

Gigante de buscas concordou em pagar quantia para governo americano como parte de acordo por ter auxiliado anúncios de farmácias online do Canadá.

A Google concordou em pagar 500 milhões de dólares para solucionar alegações do governo dos Estados Unidos de que teria permitido que farmácias online do Canadá usassem seu sistema AdWords para anunciar remédios para consumidores norte-americanos, resultando assim em importação ilegal de medicamentos para  os EUA.

“A multa, uma das maiores dos Estados Unidos, representa a receita bruta recebida pela Google como resultado dos anúncios das farmácias canadenses por meio do seu programa Google AdWords, mais os rendimentos obtidos por essas farmácias a partir de suas vendas para consumidores americanos”, afirmou o Departamento de Justiça dos EUA (DOJ) nesta quarta-feira, 24/8, por meio de um comunicado.

De acordo com o Departamento de Justiça, a Google sabe desde 2003 que o envio de drogas prescritas de fora, e especificamente do Canadá, para moradores dos EUA é normalmente ilegal, potencialmente violando vários estatutos, incluindo o Ato de Substâncias Controladas, além de arriscar a saúde e a segurança dos consumidores. Mesmo assim, a gigante de buscas não tentou modificar suas práticas até 2009, após ter ficado sabendo que estava sendo investigada pelo governo dos EUA, afirma o Departamento.

“Apesar de o Canadá possuir suas próprias leis para remédios prescritos, as farmácias da Canadá que enviam esses remédios para moradores dos EUA não estão sujeitas às autoridades canadenses, e muitos vendem remédios obtidos de outros países além do Canadá que não possuem regulações farmacêuticas adequadas”, diz o comunicado do DOJ.

Em resposta, a Google disse que parou de vender espaço de anúncios para farmácias canadenses “há algum tempo”.

“No entanto, vemos agora que é óbvio que não devíamos ter permitido esses anúncios no Google em primeiro lugar. Dada a extensa cobertura que esse acordo já recebeu, não iremos mais comentar o aceso”, afirmou a Google em comunicado oficial.

A gigante de buscas havia revelado há alguns meses que estava “separando” US$500 milhões para um potencial acordo com o governo dos EUA, que estava investigando suas práticas de publicidade.

Como parte do acordo, a Google admite ter dado assistência de forma incorreta para anunciantes de farmácias canadenses online para rodar seus anúncios visando consumidores dos EUA por meio do AdWords, diz o Departamento de Justiça do país. O acordo também estabelece “medidas de consentimento e relatórios” que a Google deve adotar para garantir que não volte a praticar esse tipo de prática publicitária, afirma o DOJ.

Por IDG Now! – Publicado em 24/08/2011

http://idgnow.uol.com.br/internet/2011/08/24/google-pagara-us-500-milhoes-por-publicidade-ilegal-de-remedios/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s