Hackers invadem site que guarda código-fonte do kernel do Linux

Responsáveis pelo site notaram a ação no domingo (28/8), mas só a divulgaram ontem; grupo garante que o código-fonte não foi afetado.

Como todo fã de Linux sabe, existem dois tipos de hackers: os do bem, que desenvolvem software livre, como o kernel do Linux, e os do mal, que invadem computadores dos outros.

E os hackers do mal fizeram uma visitinha indesejável à turma do bem no mês passado, invadindo o site Kernel.org – que é o lar do projeto Linux. Eles conseguiram ter acesso ‘root’ a um servidor conhecido como Hera e, como saldo, comprometeram “diversos servidores da infraestrutura do Kernel.org”, de acordo com nota divulgada quarta-feira (31/8) no site Kernel.org.

Os administradores do site souberam do problema no domingo (28/8) e logo descobriram vários problemas em seus servidores. Arquivos foram modificados, um programa malicioso foi incluído no script de iniciação e alguns dados de usuário foram gravados em um arquivo de log.

Os responsáveis pelo Kernel.org chamaram as autoridades policiais dos EUA e da Europa e estão na fase de reinstalar a infraestrutura do site e descobrir o que aconteceu.

Eles acreditam que os hackers podem ter roubado as credenciais de login de um usuário para invadir o sistema. O site decidiu fazer com que cada um de seus 448 usuários mudem suas passwords e chaves SSH (Secure Shell).

A invasão preocupa porque o Kernel.org é o lugar a partir do qual os distribuidores Linux baixam o código-fonte para o kernel do sistema, que é amplamente utilizado em todo o mundo. Mas o aviso do site destaca que, mesmo com acesso ‘root’, seria difícil para um hacker infiltrar código malicioso no kernel do Linux sem ser notado. Isso porque o sistema de controle de versões guarda um índice criptográfico de cada arquivo na hora em que ele é publicado.

Assim, se um componente do kernel do Linux fosse gravado e publicado no Kernel.org, “não seria possível mudar as versões antigas sem que a ação não fosse notada”, afirmou o site Kernel.org.

Este tipo de ataque tem-se tornado perturbadoramente comum. Em janeiro, servidores utilizados pelo projeto Fedora – a versão comunitária do Red Hat Enterprise Linux – foram invadidos. E, quase na mesma época, outro site de desenvolvimento de software open source, chamado SourceForge, também foi invadido.

 

Por IDG Now! – Publicado em 01/09/2011

http://idgnow.uol.com.br/seguranca/2011/09/01/hackers-invadem-site-que-guarda-codigo-fonte-do-kernel-do-linux/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s