BH sedia pela 1ª vez etapa da Imagine Cup, copa do mundo da computação

Promoção da Microsoft que será lançada nesta quarta na capital para incentivar a criatividade dos estudantes. A última reuniu 350 mil alunos de 100 países.

Pense num mundo em que a tecnologia esteja a serviço do bem, para resolver os problemas que mais desafiam a humanidade. Junte a isso toda a criatividade e a sede por inovação de jovens estudantes. Essa mistura é o ponto de partida para a copa do mundo da computação, a Imagine Cup, que será lançada nesta quarta (16/11), em Belo Horizonte. Pela primeira vez, a capital vai sediar uma das etapas do evento, promovido anualmente pela Microsoft, empresa de software, serviços e soluções em tecnologia da informação. A expectativa é de superar os números da última edição, quando 350 mil alunos do ensino médio e da educação superior espalhados por mais de 100 países participaram da competição.

A Imagine Cup tem como guia, para inspirar os projetos de tecnologia, as Metas do Milênio, elencadas pela Organização das Nações Unidas (ONU) para acabar com a miséria, reduzir a mortalidade infantil, combater doenças, promover a igualdade entre os sexos e o respeito ao meio ambiente e melhorar a qualidade da educação. Com o lançamento da iniciativa, estará dada amanhã a largada para as inscrições em três categorias: projetos de software, games e desafio de tecnologia da informação (TI). Até o fim da semana, serão abertas outras categorias, como desafio de Windows Fone 7 e Azure (tecnologia de computação nas nuvens).

Os mineiros já traçam uma trajetória de sucesso na competição. No ano passado, a Equipe Utopians, de Belo Horizonte, levou a medalha de bronze na etapa nacional do evento com o projeto Don8. Cinco universitários das áreas de ciências da computação e de fisioterapia se uniram para criar um programa de computador voltado para a sustentabilidade de organizações não governamentais (ONGs). Com o software, pessoas interessadas em fazer doações de dinheiro ou serviço às entidades passaram a contar com uma ferramenta segura e sem custos.

“O projeto liga as ONGs às empresas e às pessoas interessadas em viabilizar os projetos”, conta Paulo Moura, de 28 anos, integrante da Utopians formado em ciência da computação pelo UNI-BH e aluno da pós-graduação em gerência de projetos de software na PUC Minas. Segundo ele, o grupo trabalhou por quatro meses na iniciativa, que exigiu muita criatividade dos estudantes. “A copa nos propiciou uma experiência muito rica e a classificação nacional deu muita visibilidade aos nossos currículos no mercado de trabalho”, acrescenta.

APRENDIZADO

Outro integrante da equipe, Eduardo Batista Oliveira, de 24, está há três meses no Canadá, trabalhando na área de arquitetura de softwares. “Tive que desmarcar minha entrevista de emprego no Canadá, pois ela ocorreria no mesmo dia da final da Imagine Cup. Quando voltei para ter o encontro com os futuros patrões, a conversa foi outra. A classificação deu uma força na minha contratação e também significou muito para meu aprendizado, especialmente pelas lições de trabalho em equipe”, diz Eduardo, também formado em ciência da computação e que já havia participado da copa em 2008 com um projeto de economia de energia elétrica.

Segundo a gerente de programas acadêmicos da Microsoft Brasil, Marinês Gomes, Belo Horizonte foi escolhida para o lançamento da competição pelo fato de “Minas Gerais ser um celeiro de alunos criativos”. “Nosso principal objetivo é fazer com que os estudantes que já nasceram íntimos da tecnologia despertem para o uso dela na solução de problemas que desafiam o mundo”, explica Marinês. De acordo com a gerente, outros dois projetos brasileiros venceram a última edição da copa. Um deles criou um sistema de comunicação para surdos, em que aparelhos de telefone celular são capazes de captar um diálogo na linguagem de sinais e traduzi-lo, em tempo real, para voz. O outro construiu um jogo para crianças aprenderem noções básicas de cidadania.

REGRAS

Para participar da competição, os interessados devem ter mais de 16 anos e estar matriculados em instituições de ensino reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). A partir da inscrição, os estudantes têm até maio de 2012 para apresentar os trabalhos e disputar a fase nacional da Imagine Cup, que será realizada em Brasília. Os vencedores vão participar da final mundial em Sydney, na Austrália, em julho do ano que vem. A copa vai distribuir mais de US$ 200 mil em prêmios. Mais informações podem ser obtidas no site www.imaginecup.com.

SERVIÇO

– Lançamento da Imagine Cup em Belo Horizonte

– Data: Quarta-feira

– Horário: das 14h às 18h

– Local: PUC Minas São Gabriel –

Teatro do prédio E (Rua Walter Ianni, 255, Bairro São Gabriel)

 

Por UAI – Publicado em 15/11/2011

http://www.em.com.br/app/noticia/tecnologia/2011/11/15/interna_tecnologia,262015/bh-sedia-pela-1-vez-etapa-da-imagine-cup-copa-do-mundo-da-computacao.shtml

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s