Hamas incentiva hackers a declararem guerra eletrônica contra Israel

Grupo radical palestino comemora ataques virtuais contra sites israelenses.

O movimento islâmico palestino Hamas pediu neste domingo aos hackers que aumentem seus ataques a sites oficiais, comerciais e financeiros de Israel, afirmou um porta-voz da organização em Gaza.

“O Hamas parabeniza as operações para invadir sites israelenses”, disse neste domingo (16) em comunicado o porta-voz do Hamas Sami Abu Zuhri.
Os atos de pirataria eletrônica, que se multiplicaram recentemente, “são a abertura de um novo campo de resistência à ocupação e o início de uma guerra virtual contra Israel”, afirmou.

Zuhri pediu “aos povos palestino e árabe para continuarem com a guerra eletrônica e buscarem formas de estimulá-la e desenvolvê-la”.

Desde o início do ano, ocorreram diversos ataques de hackers a sites de Israel, que se viu obrigado a reforçar as unidades do Exército destinadas a prevenir a pirataria eletrônica. No mês passado, as Forças de Defesa de Israel recrutaram cerca de 300 jovens para aumentar a segurança na rede.

O ataque mais grave ocorrido recentemente aconteceu no começo do ano, quando um grupo de piratas virtuais da Arábia Saudita, que se autodenomina Group-XP, assumiu o roubo e divulgação dos dados de milhares de cartões de crédito israelenses.

As informações incluíam os números dos cartões, seus códigos de segurança, endereços pessoais, nomes, números de telefones e da carteira de identidade de seus proprietários, e foram roubadas de uma base de dados de clientes do popular site israelense de esportes http://www.one.co.il.

Após a divulgação da informação, o Banco de Israel pediu à população que esteja atenta ao uso dos cartões e que os cancele caso suspeitem que possam estar sendo usados por outras pessoas. Pouco depois, o site do vice-ministro das Relações Exteriores de Israel, Dani Ayalon, foi atacado.

O dirigente chamou o ato de “ataques terroristas” e advertiu que seu país “responderá com força aos hackers que ameaçarem a soberania israelense”.

 

Por R7 – Publicado em 15/01/2012

http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/noticias/hamas-incentiva-hackers-a-declararem-guerra-eletronica-contra-israel-20120115.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s