Crackers roubam da Sony 50 mil arquivos do catálogo de Michael Jackson

Ataque teve como origem o Reino Unido, segundo jornal The Sun, e dois homens, com idades de 25 e 26 anos, foram acusados em um tribunal.

A queda por dias da Sony PlayStation no ano passado não foi o único dano feito pelos hackers. O catálogo inteiro de Michael Jackson, com mais de 50 mil arquivos de música, no valor de cerca de US$ 250 milhões, foi roubado, admitiu a empresa nesta segunda (5).

O ataque teve como origem o Reino Unido, de acordo com um relatório no jornal The Sun, e dois homens, com idades de 25 e 26 anos, foram acusados em um tribunal. Ambos negaram as acusações e foram libertados sob fiança. Eles foram presos em maio passado e devem ir a julgamento em janeiro de 2013.

Em abril de 2011, crackers roubaram dados de mais de 77 milhões de jogadores na PlayStation Network, o que levou à paralisação prolongada da rede e representou um sério golpe na reputação da Sony, além de prejuízos de 170 milhões de dólares.

O ataque aos arquivos de Michel Jackson aconteceu logo após a derrubada da PSN. Os 50 mil arquivos de música tem um valor estimado de 250 milhões de dólares, depois de a Sony pagar cerca de 395 milhões de dólares para deter os direitos sobre as músicas por sete anos, logo após a morte de Jackson em 2009.

Os materiais comprometidos incluem duetos inéditos com artistas como Freddie Mercury e o cantor do Black Eyed Peas Will.i.am. O trabalho de outros artistas da Sony também foi afetado, incluindo Jimi Hendrix e Avril Lavigne.

 

Por IDG Now! – Publicado em 05/03/2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s