Mensagens anti-semitas causam processo milionário ao Twitter

Empresa enfrenta ações da união dos estudantes judeus da França.

O Twitter foi processado em US$ 50 milhões por não divulgar as identidades de usuários franceses que postaram mensagens de cunho anti-semita no ano passado.

O caso teve início em outubro, quando a rede de microblogs recebeu uma série de tweets com a hashtag #unbonjuif (um bom judeu, em francês). A UEJF (união dos estudantes judeus franceses), então, processou o site pedindo a remoção do conteúdo. E foi atendida.

Em novembro, a UEJF moveu nova ação, dessa vez pedindo a identidade dos usuários, e um tribunal francês acatou, dando 15 dias para que o Twitter passasse as informações – o que não foi feito.

Na época, a empresa disse que estava revisando o caso e, como não atendeu o prazo, a UEJF a processou outra vez, agora pedindo a indenização de US$ 50 milhões. Caso vença, a organização informou que usará o dinheiro para preservar a memória do Holocausto.

À CNET, o Twitter informou que está em conversas constantes com a UEJF, mas disse que os adversários estão mais interessados na “arrogância” do que em tomar um caminho judicial adequado. “Estamos arquivando nosso apelo hoje.”

 

Por Olhar Digital – Publicado em 25/03/2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s