Crackers usam Game of Thrones para infectar quem pirateia a série

Com a popularidade e a consequente elevada quantidade de downloads, cibercriminosos usam o título como disfarce para entregar códigos maliciosos.

Os fãs de Game of Thrones que adoram baixar episódios inéditos da série – e ficar sabendo o que aconteceu antes de todo mundo – talvez tenham que ficar um pouco mais atentos aos arquivos baixados online. O site Security Watch está alertando os usuários que a popularidade alta da série – e a consequente elevada quantidade de downloads – pode ser uma prato cheio para crackers, que darão um jeito de enviar malwares a sua máquina, sem que você perceba.

A boa notícia é que talvez o arquivo de vídeo em si não esteja infectado. De acordo com o gerente de segurança da Symantec, Satnam Narang, incorporar um malware em um arquivo de vídeo é praticamente impossível. “Isso é mais comum em aplicações”, disse ele ao Security Watch.

Geralmente o que acontece é o código malicioso se disfarçar como se fosse o conteúdo popular. “A maioria dos malwares entregues por meio de compartilhamento de arquivo não são entregues como o prometido”, disse o pesquisador sênior da Kaspersky Lab, Roel Schouwenberg, ao site. “No entanto, ao longo do tempo começamos a identificar truques mais inteligentes feitos por crackers.”

O que isso significa? Que o site usado para baixar o arquivo pode lhe dizer que aquele é um legítimo episódio de Game of Thrones. E até mesmo o nome do arquivo pode dar a impressão de que você está baixando um capítulo da série. Mas quando o download termina e o arquivo é aberto, o que foi entregue é algo bem diferente.

Infecções
Algumas das táticas mais utilizadas por crackers envolvem o uso formatos de arquivos compactados (como .zip e .rar) para que o usuário não perceba o que está, de fato, baixando. “Normalmente, as pessoas ficam menos alerta quando se trata de algo que estão ansiosas para assistir ou jogar de graça”, disse a analista de pesquisa da SilverSky, Grace Zeng ao Security Watch. E é aí que mora o perigo.

Também é possível que o arquivo de mídia baixado via torrent solicite um codec específico para reprodução dessa mídia – e esse pode ser um vetor para o código arbitrário, segundo a especialista.

De acordo com o analista de software do Security Watch – e autor do alerta, Max Eddy, a forma mais simples de não ser infectado é a mais óbvia também: não baixar o arquivo. A melhor forma de ficar seguro é continuar esperando pelos episódios na HBO.

Mas, se ainda assim, você quiser correr o risco e fazer o download de arquivos pirateados, a dica é certificar-se de que há softwares de proteção instalados no seu PC – e devidamente atualizados. “Não é apenas para proteger a sua máquina, mas também para evitar que o malware potencialmente se espalhe ainda mais e ataque outras pessoas”, diz Eddy.

 

Por IDG Now! – Publicado em 10/04/2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s